27 abril 2011

RETURN TO THE FUTURE: MORGAN 3 WHEELER


Morgan, o excelente e venerável fabricante de carros Inglês, redescobriu ou reinventou a história das tendências dos despojados brinquedos de três rodas. Tendo utilizado durante muito tempo o trio de rodas em seus “carros”, os construiu de 1911 a 1952, Morgan praticamente construiu um muro que esconde ou pelo menos ofusca “inventos“ mais recentes como Can-Am Spyder de 2007 ou o pseudo-Morgan Triking de 1997. Apesar de terem estes conquistado aos poucos alguns cultuadores.



Comprar um  Three Wheeler por U$40.000 carrega uma dose grande de excentricidade, de desprendimento e  de paixão.
Em questão: a combinação de uma relação de peso-potencia muito forte, com o banco tão baixo quanto um skate e um cockpit apertado e quente (reminiscente dos biplanos da 1ª guerra) transformam o fato de pilotar um desses  em algo divertidamente barulhento e rápido. Alias seriamente, alucinantemente viciante e é lógico perigoso.  Normal em se tratando de coisas de amantes das motocicletas.



Este exemplar exibido no Genebra Motor Show está equipado com um motor SandS BigTwin (S&S). Algumas modificações criaram a diferença para os motores utilizados nas motos.

Com 1800cc e 105hp, caixa de marchas Mazda de 5 velocidades e transmissão por belt empurram os 500 kg (+piloto e passageiro) de 0 a 100kmph em 4 segundos. Para um carro isso já muito rápido, imagine o fato do asfalto estar ao alcance das suas mãos, a coisa se torna insanamente rápida. E, assustador, isto é parte do charme do veículo.



É lógico que para todo este desempenho, algumas outras coisas foram mudadas.
Suspensão, freios, rodas, barras de segurança, air-bags e ainda muitos instrumentos no painel, necessários para monitorar esse monstrinho.
Algumas pinturas retrô para manter o estilo e pronto.



Mesmo tendo como irmão mais velho um classico. Originalmente equipado com motor refrigerado a água Matchless MX1000 ( como a foto abaixo) ou mesmo com um primo o Triking (que usava motor Moto Guzzi LeMans), o novo Morgam, que tem o dobro de potencia dos antecessores, certamente vai arrebatar uma grande legião de adoradores.
Mesmo por que a Morgan realizou uma enorme e caríssima bateria de testes para garantir a legalidade do brinquedo (de gente grande é claro). Já conquistada na Inglaterra e em breve nos USA (pena que nem se fala disso no Brasil).
Quem dera um teste drive.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário